21 de Novembro, 2022 às 21:26:00
Legenda da Foto: A ponte é toda em concreto armado, e após concluída, medirá 18 metros de cumprimento por 5 metros de largura

A Prefeitura de Nossa Senhora do Livramento/MT, se prepara para entregar nos próximos meses, mais uma ponte de concreto à comunidade ribeirinha do Pantanal. A nova travessia – que já está em fase avançada de conclusão – fica sobre o Córrego Landi da Moranga, no Distrito de Pirizal e vai beneficiar milhares de moradores de dezenas comunidades da Região do Baixo Pantanal, principalmente em períodos chuvosos e cheias. Pirizal é um dos três distritos que o município possui e fica distante cerca de 76 km da sede municipal.

A ponte é toda em concreto armado, e após concluída, medirá 18 metros de cumprimento por 5 metros de largura. A antiga ponte é toda em madeira e causa constantes problemas de manutenção ao Poder Público, principalmente por estar sobre elevado grau de umidade, a madeira apodrece mais rapidamente. Essa ponte somará a outras nove já construídas pela gestão do prefeito municipal Silmar de Souza, que já é carinhosamente conhecido no meio como o maior construtor de pontes que o município livramentense já teve ao longo dos seus quase 300 anos de existência.

Souza recebeu esse apelido ao entregar, no início de 2022, a maior ponte de concreto construída em solo papa-banana – ponte com mais de 40 metros - sobre o Rio Sangradouro na Comunidade de São Gonçalo, começo da Serra das Araras. No início de 2018, essa ponte toda em madeira, foi arrastada por fortes chuvas na região. A caótica situação foi pauta de jornalismo em rede nacional.

A “ponte do Landi”, como é chamada, tem um custo médio de R$ 800 mil saídos do cofre do próprio município, valor esse arrecadado, por meio da Compensação Financeira pela Exploração Mineral – CFEM.

A empresa responsável pelo serviço é a Construtora Bridge Ltda, firmada por meio do contrato 096/2021.

Fonte
Texto: Assessoria
Foto: Assessoria

Leia Mais: