19 de Agosto, 2021 às 10:11:00
Legenda da Foto: De acordo com o secretário municipal de Finanças, Otarci Nunes da Rosa, o índice é divulgado com objetivo é estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT) divulgou recentemente o Indicador de Gestão Fiscal (IGF), que avalia a qualidade de gestão fiscal dos Municípios brasileiros, respectivamente. O TCE baseou-se nos cálculos formulados pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – FIRJAN.

Nesse cenário, o Município de Nossa Senhora do Livramento aparece em 36ª posição entre os 141 Municípios de Mato Grosso. O índice é referente ao IGFM de 2019. O ganho é surpreendente, já que em 2018 o Município papa-banana só aparecia lá na ponta, ou seja, em 90º lugar.  

De acordo com o secretário municipal de Finanças, Otarci Nunes da Rosa, o índice é divulgado com objetivo é estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios ,”ou seja, o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos.” Nunes vai além ao destacar que tal sucesso de arranque de Livramento para estar entre os 40 melhores municípios em gestão fiscal, “inclui além do prefeito, claro, toda uma boa equipe de servidores e colaboradores”, completou. 

Vale lembrar que essas informações são extraídas do Sistema de Auditoria Pública Informatizada de Contas – APLIC.

Ainda, segundo Otarci, o IGFM é composto por 6 índices: IGFM Receita Própria Tributária; IGFM Despesa com Pessoal; IGFM Liquidez; IGFM Investimentos; IGFM Custo da Dívida; e IGFM Resultado Orçamentário do RPPS.

Cada município é classificado com conceitos, sendo: A (Gestão de Excelência, acima de 0,8001 pontos); B (Boa Gestão, entre 0,6001 e 0,8 pontos); C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4001 e 0,6 pontos); D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 pontos).

Fonte
Texto: Assessoria com TCE/MT
Foto: Assessoria

Leia Mais: